[Pitacos de Andréia] Use o dinheiro a seu favor

Enquanto o brasileiro sofre com a pequena remuneração inversamente proporcional ao grande número de obrigações que tem, o governo vai inventando “moda”.

Vulgarmente falando, a onda agora é dizer que a inflação está baixando e que está mais acessível para o cidadão o consumo e que de agora em diante a vida vai melhorar.

Não obstante a isto, o Banco Central do Brasil divulgou a ata na íntegra das decisões do Comitê de Política Monetária, e menciona que a taxa de juros SELIC poderá decrescer em uma velocidade acentuada, como se isso resolvesse o problema de cada um de nós.

O Sistema Financeiro Nacional, não existe para fazer a alegria de ninguém, a filosofia é normatizar, regulamentar e atender aos objetivos financeiros e econômicos.

Iludir-se que essa queda de juros aliada ao volume de crédito que poderá ser incrementado ao longo do ano nos fará mais empoderados monetários chega a ser engraçado.

Governo não dá nada a ninguém. Banco não dá nada a ninguém. E o consumidor que tenha responsabilidade com suas contas, pois banco nenhum será desamparado pelo SFN.

Adequado seria, se ao invés de o setor público bancar o bonzinho, o mesmo viabilizasse estratégias públicas que viabilizasse emprego para a população brasileira. Cada um com sua dignidade-Setor Público, Setor Privado e afins- e somado a isto a educação financeira, talvez tivéssemos um futuro melhor.

Andréia MagalhãesAndréia Magalhães é professora de Graduação e Pós-Graduação na Estácio e IPOG. Coordenadora do MBA em Gestão Estratégica de Pessoas-FESGO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s