[Coluna de quadrinhos] Automutilação e depresão entre jovens são temas da nova HQ de Vanessa Bencz

Por Enquanto busca apoio no site de financiamento coletivo Catarse

Por Francisco Costa

Depois de três anos, Vanessa Bencz, autora de A Menina Distraída, trabalha em um novo quadrinho: Por enquanto, que está disponível até 17 de abril no Catarse. Derivado de sua obra de sucesso, desta vez a história é focada na personagem Ana, de 16 anos, que usa um canivete para se cortar e lidar com suas dores.

Vanessa, que também tem livros publicados, sempre trabalha com temas que de interesse dos jovens e, desta vez, não foi exceção. A nova obra aborda automutilação e depressão na adolescência que, infelizmente, é um problema mais comum do que se imagina. “Um em cada cinco estudantes já se cortou de forma proposital”, revela a autora. Confira a seguir o que mais a quadrinista, que desta vez trabalha com a desenhista Yasmin Moraes, nos contou.

História é derivada da HQ de sucesso A Menina Distraída

Entrevista

Caneta e Café – Nos conte sobre a história de Por Enquanto.

Vanessa Bencz – Por Enquanto se trata da história de Ana, 16 anos, que pratica automutilação. Ela foi vítima de violência dentro de casa e na escola. Por conta disso, se torna a chamada “aluna problema”. Esta poderia ser a história de muitos estudantes brasileiros que vivenciam rotinas difíceis e depressão.

Caneta e Café – A Menina Distraída foi um enorme sucesso pela sensibilidade em abordar um tema recorrente e ao mesmo tempo por ser autobiográfico. O que esta história tem em comum com a anterior?

Vanessa Bencz – Trata-se de um spin-off de A Menina Distraída. A personagem Ana já havia aparecido como coadjuvante. Ela foi a personagem mais comentada da minha HQ anterior, por isso resolvi explorar a narrativa dela agora, três anos após o financiamento de A Menina Distraída.

Caneta e Café – E o que Por Enquanto tem de novo?

Vanessa Bencz – Anteriormente focamos no tema bullying. Agora, o tema é automutilação e depressão na adolescência. São temas tabus – e já estou me incomodando com algumas pessoas de mente fechada que estão tentando me fazer calar a boca… Mas eu já sabia que enfrentaria isso e me sinto prepara.

Caneta e Café – Como foi o processo de criação dessa nova história?

Vanessa Bencz – Dolorido. Eu e a ilustradora Yasmin Moraes estamos nos baseando em histórias reais para criar Por Enquanto. Por isso está doendo tanto: porque as estatísticas mostram que o número de suicídio entre jovens de 10 a 14 anos aumentou 40% nos últimos dez anos e isso é preocupante. Eu mesma, lá no meu passado, pratiquei automutilação e pensei em suicídio. Dói relembrar tudo isso, mas é totalmente necessário.

Caneta e Café – Seus trabalhos têm um objetivo social, educacional. Qual o intuito deste? Qual o público alvo?

Vanessa Bencz – Estou focando nos estudantes do final do ensino fundamental e ensino médio. São estes que estão vivenciando este problema chamado automutilação. Muitos deles praticam mesmo sem saber que a coisa tem nome e sem saber que é um problema de saúde pública. A estatística é assustadora: um em cada cinco estudantes já se cortou de forma proposital.

Caneta e Café – Fale sobre sua parceira nesse projeto, Yasmin Moraes.

Vanessa Bencz – Eu conheci a Yasmin há apenas cinco meses. Na verdade, foi um encontro bem engraçado. Em uma noite de novembro de 2016, eu sonhei que era autora de uma história em quadrinhos em preto e branco, tipo a Persépolis. Quando acordei, eu estava totalmente empolgada com esta ideia. Postei no Facebook este sonho e pedi para meus amigos me recomendarem desenhistas mulheres de Joinville, que poderiam tornar este trabalho em realidade. Recebi 140 recomendações de artistas incríveis da minha cidade. Uma dessas recomendações era a Yasmin. Olhei o trabalho dela e me apaixonei na hora. Era quem eu queria! Ela tem apenas 21 anos, ou seja, é 11 anos mais nova do que eu, e tem exatamente a energia, a empolgação e o capricho que eu quero de uma parceira de trabalho.

Caneta e Café – Gostaria de dizer algo mais?

Vanessa Bencz – Temos até o dia 17 de abril para financiar este projeto. Peço gentilmente o seu apoio! E quero pedir mais uma coisa: quero que você, leitor, lembre de si mesmo quando era adolescente e dos momentos difíceis pelos quais passou. Tudo teria sido mais fácil se você tivesse um adulto responsável e carinhoso do seu lado, não é mesmo? Sejamos este adulto para nossa geração de crianças e adolescentes!

As autoras: a roteirista Vanessa Bencz e a ilustradora Yasmin Moraes

Este projeto pode ser apoiado AQUI.

Francisco Costa é jornalista, especialista em marketing e comunicação digital e fã de quadrinhos – jor.francisco.costa@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s