Doomsday Clock, encontro de Superman e Dr. Manhattan na saga Rebirth

Geoff Johns será o roteirista responsável por colocar o Superman frente à frente com Dr. Manhattan. Através do site Syfy Wire, Johns anunciou que será o responsável por Doomsday Clock, minissérie que será o final para a história que está juntando o universo DC Comics e Watchmen.

O roteirista Geoff Johns diz que o encontro de Superman com o Dr. Manhattan nessa minissérie será para explicar a presença de Watchmen no universo de super-heróis da DC Comics, e não será uma história com pancadaria. “Nós não queríamos ver Dr. Manhattan duelando com Superman nas páginas de Action Comics, com todo o respeito. Essa HQ não é sobre isso, é sobre algo diferente…”, afirma Johns.

Segundo o autor da minissérie, o confronto será sobre o otimismo do Superman com as ações cínicas de Dr. Manhattan – que seria o suposto responsável pelo reboot dos Novos 52 na cronologia da DC – e vai retratar a própria essência do Universo DC. Tematicamente e metaforicamente, não havia opção melhor do que usar o Dr. Manhattan”, diz o Geoff.

Doomsday Clock vai concluir o enredo que Johns iniciou em DC Universe Rebirth #1 e que está se desenrolando em The Button, história que está sendo desenvolvida nas HQ’s do Flash e Batman. O roteirista mostrou toda sua empolgação, com a nova narrativa durante a entrevista ao site Syfy, para Geoff Johns esse é o “projeto mais pessoal e mais épico”, no qual ele já trabalhou e também conta sobre sua grande admiração sobre as contribuições do Universo Watchmen na DC:

“Com o Renascimento, eu abri a porta para o Manhattan. Parte disso foi por causa do amor que tenho pela influência que Watchmen tem no mundo real. Eu coloquei o Dr. Manhattan lá, e sempre pensei que poderia haver uma história do Manhattan/Superman para ser contada, mas então… tudo cresceu. E cresceu muito. E dominou meu coração e alma. Ainda sim, no fundo da história, temos um ser que perdeu sua humanidade, e se distanciou disso, e um ‘alien’ que encarna a humanidade mais do que a maioria dos humanos. Eu amo a ideia de que Watchmen influenciou a DC, mas como seria o contrário disso? E vai muito além disso.”

Doomsday Clock começa em novembro deste ano nos Estados Unidos, Gary Frank será o artista responsável pela minissérie e Brad Anderson o colorista.

Imagem de divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s