Teatro da TV Digital continua nas feiras livres de Goiânia

De terça a sábado, a partir das 18h, quem frequentar algumas das feiras livres em Goiânia terá uma surpresa. Um grupo de teatro, coordenado pela atriz e diretora, Renata Caetano, levará uma encenação para mostrar ao público o que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado no dia 31 de maio.

A diretora conta que a personagem Dona Maria percorrerá as feiras convidando a população para assistir TV com ela. O palco será o Caminhão da Cultura, oferecido pelo SESI, parceiro da Seja Digital neste projeto. Os atores farão intervenções inspiradas em programas conhecidos de diferentes canais de televisão. A surpresa está justamente no momento em que desligamento do sinal analógico ocorre. “O objetivo da ação é conscientizar a população do que realmente vai acontecer com quem não se preparar para o sinal digital de TV”, afirma Rommel Sena, gerente regional da Seja Digital.

Serviço:
Teatro Digital nas Feiras Livres
Data: 16/05 (Terça-feira)
Local: Feira do Setor Jardim Primavera – Rua CP-33, Qd. 71 – 67
Horário: a partir das 18h

Data: 17/05 (Quarta-feira)
Local: Feira Jardim Nova Esperança – Rua São Geraldo, entre as Qds. 136 e 150
Horário: a partir das 18h

Data: 18/05 (Quinta-feira)
Local: Feira Jardim Curitiba I – Praça do CAIC
Horário: a partir das 18h

Data: 19/05 (Sexta-feira)
Local: Feira Vila Finsocial – Rua VF-65, esquina com a Rua VF 102
Horário: a partir das 18h

Data: 20/05 (Sábado)
Local: Feira Jardim das Aroeiras – Av. das Aroeiras
Horário: a partir das 18h

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV) é responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s