Aproveite o frio que chega, mas com moderação

Goiânia deve registrar a menor temperatura do ano no próximo final de semana com previsão de mínima de 13 Cº. Confira as dicas para aproveitar o frio e manter a saúde e a boa forma

Neste próximo final de semana Goiânia deve registrar o dia mais frio de 2017, com os termômetros marcando mínima de 13 Cº, segundo informações do portal meteorológico Climatempo. Como sempre ocorre, à medida que a temperatura cai, aumenta os casos de três doenças principalmente: a gripe, o resfriado e a pneumonia. Também é no frio que sentimos mais fome, por isso é bom ter cuidado com os excessos que podem gerar sobrepeso.

Segundo a médica do trabalho e coordenadora da área médica do Serviço Social da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Seconci-Goiás), Patrícia Montalv Moraes, a gripe, o resfriado e a pneumonia têm sintomas bem parecidos, o que muitas vezes confunde as pessoas. “A gripe é caracterizada pela ocorrência de febre, dor muscular e nas articulações, mal-estar geral. Já o resfriado é um quadro mais ameno que tem sintomas como congestão nasal, coriza e espirros frequentes. Tanto a gripe quanto o resfriado são causados por agentes virais”, explica.

No caso da pneumonia, que pode ser bacteriana ou viral, Patrícia Montalv esclarece que as principais diferenças no quadro de sintomas são uma tosse mais intensa e frequente e dificuldade de respiração. Para todas essas doenças típicas do frio as recomendações são praticamente as mesmas: evitar locais muito fechados e com grande circulação de pessoas, usar agasalhos que protejam especialmente o tórax e as costas (não precisam ser muito pesados) e fazer a higienização das mãos com álcool gel ou lavando com água e sabão, que é a melhor forma de prevenir o contato com vírus e bactérias causadores dessas doenças.

A coordenadora da área médica do Seconci Goiás lembra que essas três patologias acometem principalmente as crianças. “No caso das crianças, além delas estarem com as defesas do seu organismo em formação, muitas vezes elas também estão aprendendo ou ainda não sabem fazer a higienização das mãos e ao brincar com outras podem ter contato com fluidos corporais contaminados com vírus e bactérias”, diz Patrícia.

Mais fome

A temperatura cai e o apetite aumenta. Uma reação normal do organismo segundo a médica do trabalho Patrícia Montalv Moraes. “Isso ocorre porque com o frio gastamos mais energia para manter a temperatura estável e com isso a necessidade de se comer mais”, esclarece.

E é no frio que a Fast Açaí, rede especializada em alimentação saudável, registra aumento nas vendas de seus sanduíches feitos com ingredientes de maior valor nutritivo e baixas calorias, ideal para quem quer matar essa fome mais frequente nos dias de baixa temperatura, mas sem descuidar do peso. “Sempre que o clima esfria registramos um aumento de 10% a 15% na venda dos wraps que são sanduíches quentes feitos com pão folha integral e que recebem vários recheios, sempre contendo uma proteína (frango, carne vermelha, presunto ou peito de peru) e acompanhado de outros ingredientes como tomate e cenoura”, conta Saulo Daniel Andrade Campos, coordenadora das lojas próprias da marca.

Ele lembra que os wraps e o sanduíche natural da Fast Açaí, feito com pão de forma integral, patê de frango e cenoura, fazem muito sucesso nos pontos de venda próximos às academias. “Com o frio, esses produtos têm uma boa saída, porque é uma forma de as pessoas saciarem essa fome mais constante sem descuidar da boa forma”, avalia Saulo Daniel.

Prática de exercícios

A médica alerta que são nos dias frios que as pessoas tendem a buscar alimentos mais calóricos (frituras, queijos mais gordurosos e doces), por isso é preciso ter cuidado com os excessos que podem gerar sobrepeso e manter uma rotina de exercícios.

“No clima frio temos uma queda na serotonina, uma substância que atua como um neurotransmissor responsável por levar a sensação de bem-estar ao organismo. Sendo assim, quando essa substância fica mais escassa as pessoas têm uma sensação de desânimo e muitas vezes buscam compensar isso consumindo alimentos mais calóricos, como o chocolate e outros tipos de doces. Outro problema é que com a queda da serotonina as pessoas ficam mais desanimadas para a prática de atividades físicas, mas exercícios sempre são bem vindos, mesmo no frio. É só tomar o cuidado de fazer isso agasalhado de forma adequada”, orienta Patrícia Montalv.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s