Villa Mix Festival Goiânia confirma sua notoriedade em sua sétima edição

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com o novo slogan “O Mundo é Mix”, a sétima edição do Villa Mix Festival Goiânia, que aconteceu nos dias 1º e 2 de julho, no Estacionamento do Estádio Serra Dourada, seguiu à risca os horários, finalizando os shows pontualmente à meia-noite, cumprindo acordo com o Ministério Público (MP) e também em respeito aos moradores da região.
Foram mais de 30 atrações, nacionais e internacionais, e o festival virou uma mistura de ritmos.  Esse ano se apresentaram a cantora norte-americana Demi Lovato, o colombiano Maluma, Wesley Safadão, Matheus e Kauan, Simone e Simaria, Luan Santana, Ivete Sangalo, Alok, Zeeba, Israel Novaes, Humberto e Ronaldo, Cesar Menotti e Fabiano, Jefferson Moraes, Israel e Rodolffo, Guilherme e Santiago, Aviões do Forró, Edu Chociay,  Rudy Mancuso, Jetlag, Jonas Esticado, os anfitriões, Jorge e Mateus e muito mais.
O evento movimentou cerca de R$ 100 milhões na economia da capital goiana. Os hotéis, salões de beleza, bares e restaurantes ficaram lotados. O fluxo de passageiros no Aeroporto Santa Genoveva e no principal terminal rodoviário também foi intenso.
A megaestrutura começou a ser montada na área do estacionamento do Estádio Serra Dourada na segunda quinzena do mês de maio com a chegada das primeiras carretas carregadas de toneladas de equipamentos. Com uma estrutura completa e cheia de novidades, o evento proporcionou ao público a melhor experiência em ambientes, serviços, palco, iluminação, som, tecnologia, diversão, segurança e etc.
Quase 5,5 mil pessoas trabalharam por mais de 30 dias para colocar de pé o megafestival. A desmontagem deve levar cerca de 30 dias e envolve mais de 120 pessoas.
Guinness
Confirmando sua grandiosidade, o Villa Mix Festival Goiânia superou sua própria marca e continua no Guinness World Records como detentor da maior infraestrutura de palco para concertos de música do mundo. O certificado outorgado pelo Guinness foi entregue na sexta-feira (30) em frente ao palco do evento, pela auditora Raquel Assis.
Neste ano, o palco atingiu 69,37 metros de altura – equivalente a um edifício de 23 andares –, contra os 52,30 metros da edição de 2015. Já a área total do palco alcançou os 2.900,00 metros quadrados, contra os 2.788,39 metros quadrados de dois anos atrás. Assim, o palco deste ano tem 111,61 metros quadrados mais do que o de 2015 e está 17 metros e três centímetros mais alto.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s