Estudantes participam do início da revitalização de área verde no Centro Histórico de Pirenópolis

A ação de cunho educativo foi realizada pelo Quinta Santa Bárbara Eco Resort

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Centro Histórico de Pirenópolis contará com área verde de mais de 30 mil metros quadrados com árvores nativas do Cerrado dentro do Quinta Santa Bárbara Eco Resort. O pontapé da revitalização do espaço foi dado com o auxílio de estudantes. Dando início à Primavera, mais de 60 alunos do 5º ano da Escola Municipal Luciano da Silva Peixoto foram recebidos no empreendimento para uma ação de plantio e uma aula de educação ambiental com a engenheira agrônoma Luíza Finoti e com o geógrafo José Aloísio para aprender a importância das árvores para o meio ambiente.

Os especialistas explicaram que elas são uma das maiores riquezas naturais do Planeta porque fornecem oxigênio, frutas, sombra fresca. Também fixam o solo e evitam o assoreamento dos rios. “Nas cidades, elas geram também o conforto térmico, além de favorecer a infiltração da água das chuvas no solo em velocidade mais lenta, evitando assim enchentes”, salientou Aloísio. Depois, eles fizeram o plantio de mudas na área de preservação do empreendimento que, no total, terá mais de 30 mil metros quadrados de áreas verdes.

A aluna Maria Eduarda ajudou no plantio. “Daqui a alguns anos, a gente vai poder voltar aqui e ver essa árvore grande, que irá beneficiar a todos na cidade”, conta. Sua colega, Ana Clara Silva Lima, contou que vai levar para casa a importante lição: “Precisamos cuidar de nossas árvores.”

A diretora da escola, Nayra Abadia de Melo, observou que as aulas de campo fazem parte das atividades dos alunos e  o convite  oferecido pelo Quinta Santa Bárbara Eco Resort irá despertar em cada um deles valores importantes como o respeito à cidade. Além das atividades desenvolvidas aqui, o passeio começou no trajeto.  Nayra contou que eles vieram caminhando para que eles pudessem perceber as ruas, as calçadas e as características da arquitetura. “Nós ensinamos que, para conhecer o mundo, é preciso conhecer a nós mesmos, e isso passa pelo aprendizado de nossas origens, o que inclui o lugar a que pertencemos”, disse.

As mudas plantadas pelos alunos foram identificadas com o nome da espécie e da escola. A continuidade da revitalização dessa área verde acontecerá no período de chuvas, a partir de outubro.  O trabalho englobará mais de 1200 mudas, sendo todas espécies primárias do Cerrado.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s