Maioria dos goianos adultos não está com vacinação em dia

Pesquisa revela que mais da metade de brasileiros é omisso com a carteira de vacinas. Especialista no assunto explica quais as principais vacinas tomar depois dos 18 anos

Uma pesquisa levantada pelo laboratório farmacêutico GSK revelou um número preocupante sobre imunização: 64% dos brasileiros adultos não estão com a caderneta de vacinação em dia. Na pesquisa, 89% reconhece a importância das vacinas, mas 33% “não sabem muito bem” quais vacinas estão disponíveis para sua faixa etária. Em Goiás, os números acompanham a pesquisa nacional, 79% dos entrevistados não sabem sua condição em relação às vacinas. A médica infectologista, Carolina Abrão, explica que o alto número de inadimplentes pode ser devido à falta de orientação sobre quais vacinas tomar depois dos 18 anos.

A pesquisa que também foi feita em outros quatro países (Alemanha, Índia, Itália e Estados Unidos) 53% das pessoas adultas não priorizam a imunização como uma forma eficaz de prevenção de doenças. Segundo a médica é comum o assunto vacinação ser negligenciado após os 18 anos, mas não é correto. “Quando a pessoa se torna adulta surgem muitas responsabilidades e, como a vacinação era algo da qual os pais cuidavam, ela pode ser deixada pra trás aos poucos. Por isso, é importante que desde cedo os pais incentivem os filhos a se cuidarem quando o assunto é imunização, se informando sobre quais vacinas tomar em todas as fases da vida”, conta.

Nos últimos cinco anos, 58% dos adultos acima dos 18 anos se vacinaram contra a gripe no Brasil, seguidos de 41% contra a febre amarela e 27% contra a hepatite B. Outras doenças, no entanto, tiveram uma adesão vacinal muito baixa, como sarampo, caxumba e rubéola (10%), meningite C (7%), meningite B (7%) e meningite ACWY (6%). Quase a metade dos adultos (46%) afirmou que nenhum profissional de saúde jamais mencionou a importância da vacinação na vida adulta.

“Assim como é muito importante se informar sobre imunização após os 18 anos, é fundamental que os profissionais da saúde orientem as pessoas, sempre que possível, sobre as vacinas a serem tomadas na vida adulta. Dentre as vacinas mais importantes para se tomar na fase adulta estão as de difteria e tétano, hepatite B, Sarampo, caxumba, rubéola e a da gripe”, explica a infectologista. Além disso, Carolina diz que os adultos são mais suscetíveis à transmissão das doenças em geral, então se imunizar impede que haja surtos e mortes.

A fotógrafa Debora Garcia é um das pessoas que admite fazer parte do grupo negligente. Ao ser informada pela pesquisa, ela se surpreendeu, mas disse que realmente não se atualiza sobre imunização, por não ter tempo. “Sempre vejo na TV ou internet notícias sobre as grandes filas e falta de vacinas no setor público, então prefiro evitar o tumulto”, conta. Para Carolina, não existe uma cultura de vacinar adultos e isso é grave. “Sabemos que crianças são mais vulneráveis a doenças e podem ter mais complicações, mas todos devem se vacinar durante a vida, enquanto for preciso. Só assim, com todos imunizados, teremos uma sociedade mais forte e saudável”, conclui.

Carteira de vacinação digital

Pensando no alto número de adultos negligentes a clínica de imunização, Vacina Express, utiliza um método digital para ajudar pessoas a ficarem atentas à suas vacinações. É uma carteira de vacinação digital que disponibiliza um link com todo o histórico de vacinas tomadas e das próximas a serem aplicadas, que são alertadas via SMS ou e-mail para que mantenha o paciente informado.

Quando a funcionária pública, Daniella Pereira e Costa, 37, descobriu que poderia receber notificações sobre vacinação, achou bem mais fácil. “Eu sempre preferi me vacinar em clínicas particulares e sempre fiquei atenta a isso, mas devido à correria do dia a dia fica difícil lembrar. Agora, já estou com minha carteira de vacinação em dia e acredito que se todos pudessem ter acesso a isso, haveria menos surtos de doenças imunizáveis”, conta.

Para obter a carteira de vacinação online a pessoa precisa procurar o centro de vacinas, que fica em Aparecida de Goiânia, e se imunizar, depois da primeira dose de qualquer vacina ela receberá um link com todo o histórico de vacinação e quais as próximas vacinas que devem ser aplicadas. Se a pessoa esquecer, ela receberá um alerta via SMS e por e-mail, lembrando sobre a imunização.

Sobre Vacina Express

A Vacina Express é o primeiro centro de vacinas de Aparecida de Goiânia, localizado próximo ao Buriti Shopping. É acreditada pela Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), além de ser o único da região que possui equipamentos de última geração como, por exemplo, a câmara de conservação portátil que pode transporta vacinas para qualquer local, e as câmaras frias que funcionam por até 72 horas sem energia e que possuem um sistema que avisa por telefone caso algum problema de temperatura seja identificado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s