[Aguçando Paladar] Evite excessos nas festas de fim de ano

Por Johny Cândido

Profissionais dão dicas de como aproveitar temporada de comemorações sem deixar de lado cuidados com saúde

O período de fim de ano é marcado pelas confraternizações entre a família, os amigos e os colegas de trabalho. A união da mesa farta e bebidas alcoólicas de diferentes tipos pode ser a causa de transtornos no dia seguinte. Por isso, é necessário tomar alguns cuidados para evitar problemas de saúde e manter o equilíbrio durante e após as festas.

No Brasil, as ceias são as protagonistas das festas de fim de ano. O banquete faz parte da tradição de reunir os parentes, comemorar princípios religiosos, da despedida do ano e desejos para o ano que inicia. Nesse período o cardápio tende a ser mais calórico, os pratos variam entre peru, panetones, receitas com bacalhau e rabanadas. As tradicionais bebidas festivas, especialmente os vinhos, como os espumantes, também são presença marcante na temporada de festas, uma tentação para quem não resiste a um brinde.

Para aqueles que exageraram, uma dica de ouro para evitar a ressaca é não misturar os destilados (cachaça, uísque, vodca) com os fermentados (vinho e cerveja). Hidratar-se antes, durante e após ingerir qualquer bebida alcoólica também é fundamental para evitar os sintomas da indisposição, que incluem fadiga, sede, dor de cabeça, náuseas, sensibilidade à luz e ao som e tonturas. A água é importante para que o organismo funcione melhor, auxiliando o metabolismo a eliminar as toxinas ingeridas durante o dia e evitar o mal-estar da ressaca. O líquido não tem calorias e possui micronutrientes essenciais como as vitaminas A, D, E, K, C e complexo B e os minerais cálcio, ferro, sódio, magnésio, zinco e fósforo.

A nutricionista Gleicy Kelly Nunes, da Clínica Vittá Goiânia, aponta que durante as festas os exageros e compulsões alimentares se tornam comuns. “O grande número de eventos de confraternização que costumam ter preparações mais elaboradas, calóricas e ricas em gordura e/ou açúcar pode levar ao ganho de alguns quilos extras”, salienta. De acordo com a especialista, a melhor forma de evitar problemas alimentares e prevenir o ganho de peso indesejado é evitar os exageros, dar preferência para preparações mais saudáveis, evitar as frituras e os doces e consumir os petiscos em pequenas quantidades.

Nesse período de verão, as saladas também podem e devem ser lembradas. Colorir a mesa reunindo folhas e frutos da estação pode balancear os pratos que contenham alimentos mais pesados, bem como carnes e massas. Além disso, também é necessário moderar no consumo de gorduras, principalmente as de origem animal, que aumentam os níveis de colesterol no sangue, contribuindo para o aparecimento de doenças como a hipertensão.

Segundo a especialista, alimentar-se de três em três horas e evitar jejum prolongado são estratégias para não chegar na hora da ceia com muita fome. No evento, é recomendado estar atento ao aspecto da comida, uma vez que micro-organismos podem estar presentes nas mãos de seus preparadores e em utensílios mal lavados. Assim é possível evitar problemas como a intoxicação alimentar, provocada por organismos que aumentam sua reprodução em períodos quentes como o verão.

A universitária Isabella Evellin Rocha, 21 anos, tem o Natal como confraternização preferida: “esse é o momento de reunir a família e os amigos e é difícil maneirar na boa comida”, constata. Isabella diz ter consciência de que não deve se exceder na comida e na bebida, mas acaba exagerando nas delícias, principalmente na sobremesa e, como consequência, sente os efeitos colaterais no outro dia. “Sempre tomo algumas medidas que me ajudam a não sofrer muito depois, tomo bastante líquido antes, durante e depois da ceia, principalmente por beber vinho, uma bebida comum no Natal.” Mesmo se precavendo com a hidratação, ela sempre mantém em casa remédios para azia e má digestão, ou vai até uma farmácia e pede indicação a um farmacêutico de confiança.

Medicamentos

Além dos métodos naturais como hidratação e repouso, os medicamentos também são aliados no processo de recomposição da saúde. Eles ajudam a evitar a sobrecarga dos órgãos envolvidos no processo de digestão, bem como o fígado e o estômago. Anualmente, para o mês de dezembro, a fim de atender a demanda, a Drogaria Santa Marta aumenta a compra de medicamentos chamados colagogos e coleréticos, estimulantes da secreção e do fluxo biliar, e indicados para problemas digestivos que podem ser causados, na maior parte dos casos, por excessos de álcool e alimentos no organismo.

O farmacêutico Adriano Umbelino de Souza, da Drogaria Santa Marta, revela que os medicamentos mais requisitados nesse período são os ligados à desintoxicação do corpo, que incluem ativadores hepáticos que ajudam no funcionamento do fígado, antiácidos para a má digestão, analgésicos para dores de cabeça e mal-estar da ressaca, além dos antieméticos (remédios para enjoo e náuseas). “Nessa época, tentamos ajudar os clientes recomendando ingerirem bastante líquido para melhorar a desintoxicação e evitar comidas pesadas e muito condimentadas para prevenir problemas maiores”, conclui o farmacêutico.

Sugestão de box – Abusou nas festas? Recupere-se!

Para recuperar a energia perdida nas confraternizações é importante dormir bem, se manter ativo, praticando atividade física para ajudar na disposição e caprichar na hidratação, principalmente se consumiu bebida alcoólica. Não existe receita milagrosa que ajude na desintoxicação, esse processo ocorre de forma natural no nosso organismo, o que se pode fazer para ajudar é consumir bastante água e outros líquidos como água de coco, sucos naturais e evitar alimentos gordurosos.

Evite a bebida alcoólica para não sobrecarregar o fígado. Também é importante consumir alimentos de fácil digestão como frutas, verduras e legumes para ajudar nesse processo. Uma receita prática e rápida que pode ajudar é o suco verde. A nutricionista orienta bater no liquidificador 250ml de água ou água de coco com 1 ou 2 folhas de couve, 1 maçã e 1 laranja. Beba sem açúcar e sem coar para não perder as fibras dos alimentos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s