Permutas podem gerar patrimônio

Plataforma de trocas multilaterais inova ao possibilitar troca de imóveis de forma multilateral, possibilitando a venda e compra de lotes sem uso de dinheiro

Este slideshow necessita de JavaScript.

A permuta bilateral entres empresas do ramo imobiliário ou até mesmo entre pessoas é um procedimento comum no mercado e que, inclusive, tem crescido no Brasil. Mas em Goiás, a plataforma digital de permutas multilaterais XporY.com tem trazido uma prática inovadora.

A empresa usa sua moeda virtual X$ entre seus mais de dois mil associados, o que possibilita a transação de qualquer serviço ou item, entre eles imóveis. A grande vantagem, segundo o empresário Rafael Barbosa, fundador da plataforma, é que quem vende o imóvel em X$ consegue negociar um bem que estava ocioso em troca de vários produtos e serviços que podem ser usados quando e como quiser. Já para quem compra um imóvel em X$, adquire um patrimônio que irá valorizar com tempo e gerar dinheiro.

“A permuta bilateral, que acontece apenas entre duas pessoas ou empresas, dentro do ramo imobiliário é extremamente comum. Mas o que a XporY.com está fazendo para inovar é fazer isso de forma multilateral entre diversas pessoas e segmentos empresariais”, explica Rafael Barbosa. A expectativa do diretor da XporY.com é de que em breve, além de lotes, casas, apartamentos e outros tipos de imóveis possam ser negociados na plataforma. “O nosso objetivo é promover a economia colaborativa, mostrando uma alternativa para as pessoas e empresas gerarem valor com aquilo que se tem disponível, mas está ocioso ou subutilizado, e gerar ganhos mútuos”, diz Barbosa.

O executivo explica que as permutas são, muitas vezes, associadas a situações emergenciais, para resolver um problema pontual, como pagamento de uma dívida ou como alternativa à falta de dinheiro. Mas essa modalidade de transação comercial tem se viabilizado como uma forma de aquisição de um patrimônio. “É uma forma de negociação para quem  tem algum patrimônio livre”, acrescenta Rafael Barbosa.

Lotes

O empresário do ramo imobiliário  em Goiânia, Rivadavia Barbosa e Silva, 69 anos, ao participar de uma rodada de negócio conheceu outros empresários associados à XporY.com e percebeu que por meio da plataforma poderia dar uma boa destinação a alguns terrenos que tinha e que estavam ociosos. “É muito importante trocar aquilo que você não está tendo liquidez. E o mercado imobiliário passa por um momento de ociosidade e por isso resolvi anunciar alguns lotes que eu tenho no município de Uruaçu às margens do lago Serra da Mesa”, conta Rivadávia. Ele diz que anunciou cinco lotes na plataforma e em 10 meses vendeu quatro. “Tenho certeza de que em breve vou vender esse outro que falta”, afirma o empresário.

O valor dos lotes que Rivadavia anunciou na plataforma variam entre 58 mil “X$” e 75 mil “X$” e ele garante que com a moeda virtual recebida ele e seus familiares estão usufruindo, sem gastar nenhum dinheiro real, de uma série de serviços e produtos oferecidos por outros associado à XporY.com.

Investimento

E uma das pessoas que compraram os lotes ofertados por Rivadávia na plataforma foi o empresário e jornalista Hermano Escher, 29 anos, proprietário da Neo Comunicação, uma empresa de painéis publicitários em Goiânia.

Ao ver a oferta dos lotes para ser comprados em X$ Hermano decidiu comprar três como uma forma de investimento. “Comprei, a princípio, para investir, mas como eu precisava fazer um financiamento no Goiás Fomento, que é um banco do Estado para apoiar investidores locais, acabei usando os lotes como garantia do empréstimo que fiz”, explica.

Além de investir, Hermano tem aproveitado os recursos que possui em X$ para incrementar seu negócio. Ele que trabalha com anúncios publicitários em painéis de leds espalhados em diversos pontos de Goiânia, usa a moeda virtual para comprar espaços de anúncio em outdoor, TVs, rádios e sites, e com isso vender junto com seus serviços para seus clientes.

Mais sobre a XporY.com

A XporY.com é uma start up criada em 2014 com o objetivo de promover a economia colaborativa, mostrando uma outra alternativa para profissionais e empresas gerarem valor com seus serviços e produtos. A empresa surgiu graças ao incentivo do programa Tecnova, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e graças a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em âmbito federal.

Desde então a XporY.com  vem promovendo trocas de serviços e produtos entre seus integrantes por meio de uma moeda virtual, denominada X$, que tem o mesmo valor do Real. Ao invés de cobrar em Reais, os integrantes recebem nessa moeda digital X$ e usam os créditos para consumir as demais ofertas da plataforma, sem o uso de dinheiro.  “Os profissionais continuam produtivos, as empresas mantém o seu giro de estoque e, de quebra, aumentam seu poder de compra. Sem falar que a XporY.com também funciona como uma vitrine porque expõe e divulga os profissionais e empresas cadastrados”, explica Rafael Barbosa. Segundo ele, a ideia nasceu de modelos de plataformas de permutas criadas nos Estados Unidos.

Diferencial

Um diferencial da XporY.com, em relação a outras plataformas , é a ausência de custo na adesão, ou seja os participantes não têm que pagar para entrar na “rede” e nem um valor mensal como manutenção. “Com a XporY.com, somente na hora de consumir, é que paga-se apenas uma taxa de 10% em reais sobre o valor da compra”, explica o empresário.

O cadastro é gratuito. Basta acessar o link https://www.XporY.com/ para preencher os dados solicitados como empresa (CNPJ) ou profissional liberal (CPF). Feito isso, inclua telefone, endereço, email, logo marca (foto). Depois, entre no cadastro de ofertas e descreva o seu tipo de produto ou serviço que deseja oferecer.

Rafael Barbosa, empresário e fundador da plataforma XporY

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s