Aluguel de equipamentos barateia obras

Nos últimos anos, a questão da crise econômica tem chamado a atenção em todos os segmentos. Um dos setores que mais sofreu com o impacto foi o da construção civil, que vem experimentando quedas desde 2011, de acordo com levantamento do Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon) em parceria com a LCA Consultores. Nesse cenário, as empresas têm reavaliado seus posicionamentos e optado por condutas que tornam os processos produtivos mais baratos. Exemplo disso é o aluguel de equipamentos para a construção civil, em detrimento da aquisição, que se mostra como uma alternativa para reduzir os custos totais da obra. Independentemente de ser uma construção ou uma reforma, a locação de equipamentos para a construção civil já é uma realidade e cada dia mais é uma prática recorrente para a redução de custos.

Ao invés de adquirir um equipamento de alto valor, muitas construtoras e até mesmo pessoas físicas, que realizam construção ou reforma particular, preferem alugar o maquinário por um intervalo de tempo determinado. A opção se torna mais vantajosa, já que o construtor, além de não ter que desembolsar um alto valor para a aquisição, deixa de assumir custos de manutenção e, ao final da obra, não precisa se preocupar com o armazenamento dos equipamentos.

Ao alugar máquinas, o recurso aplicado é menor – geralmente o aluguel é mensal – o que deixa o capital da empresa livre para ser aplicado em outros quesitos da obra. Outra vantagem é a redução de custos com a mão de obra. Ao fazer locação de equipamentos, é possível reduzir valores destinados à contratação de pessoal especializado, já que trabalhará apenas em um período limitado e específico do processo de construção ou reforma.

O Grupo Govesa está no mercado de locação de equipamentos para a construção civil há 17 anos, e oferece máquinas como betoneira, compactador, andaimes metálicos e acessórios, escoramento metálico (escoras logarinas cruzetas), martelos rompedores. Segundo o gerente de locação do Grupo, Edevaldo da Silva Pereira, o mercado vem se recuperando da crise gradativamente. “Neste ano, o mercado se estabilizou e apostamos no segundo semestre”, afirma. Outra perspectiva para a ampliação dos negócios é o fim do período chuvoso. “A nossa expectativa é com o cenário mais positivo da economia, os lançamentos de empreendimentos que já estão projetados se tornem realidade”, revela.

O proprietário da 4CLR Construtora, Diogo Clemente, há nove anos atua na área e sempre prefere alugar. “Alugar é bem mais vantajoso, tanto pelo custo da aquisição, da manutenção e também para guardar. Na construtora temos apenas pequenos equipamentos”, revela.

As vantagens de se alugar:

– Maior variedade de máquinas e equipamentos;

– Menor investimento;

– Eliminação de gastos com manutenção;

– Redução de mão de obra;

– Diminuição de logística, transporte e armazenamento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s