Frota de carros no Brasil está mais antiga

Com a crise, compra de novos modelos caiu muito, o jeito é investir na manutenção do carro atual que precisará ficar mais tempo na família. Por meio de plataforma de permutas, proprietários podem economizar na conservação do veículo

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Todo mundo já ouvir falar o quanto o brasileiro é apaixonado por carros, mas além dessa paixão outro fator tem levado os brasileiros a gastarem mais com seus carros e motos: a crise econômica. Segundo relatório do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores, em 2017, a frota brasileira até cresceu, 1,2% em relação ao ano anterior, passando para 43.371 milhões unidades circulando nas ruas. Porém, essa mesma frota tem ficado cada vez mais antiga o que requer um gasto maior com manutenção e mecânica. Em 2016, a idade média dos carros e motos no Brasil era de 9 anos e quatro meses, a mais velha em dez anos.

De acordo com a pesquisa do Sindipeças, pouco mais da metade dos veículos automotores do país (52%), ou 22,5 milhões, têm entre seis e 15 anos de idade. Ainda conforme o levantamento o gasto médio mensal do brasileiro com manutenção de um corro, fora seguro e IPVA, é cerca de R$ 400 por mês, o que inclui despesas com combustível, lavagem e mecânica. Com a queda nas vendas de modelos novos e a maior necessidade de se manter um carro ou moto por mais tempo tem levado muita gente a visitar com maior frequência as oficinas mecânicas e outros estabelecimentos que trabalham com manutenção de veículos.

Felizmente, esses serviços estão entre os que podem ser facilmente negociados em plataformas de permutas, como a XporY.com, que possui associados que prestam diversos serviços em manutenção e conservação de veículos automotores, como também de estética automotiva. Por isso, em tempos de crise, conseguir ir ao mecânico e pagar pelos serviços só na base da permuta, pode ser literalmente “uma mão na roda”.

“Além da necessidade de se ficar com o carro por mais tempo, vale lembrar que mesmo quando o carro não é muito velho é importante colocar a sua manutenção em dia, para se conseguir um bom valor de revenda”, destaca Rafael Barbosa,  especialista em economia colaborativa e fundador da XporY.com, plataforma de permutas multilaterais com mais de 2.600 associados, entre empresas e profissionais autônomos.

Economia
Quase R$ 4 mill foi o que a advogada Graziela Beloti, 33 anos, economizou ao fazer os serviços de lanternagem em três carros de sua família numa das empresas associadas na XporY.com, a X-Car.

“Fiz a lanternagem e pintura em três carros pela XporY.com, um que é da minha mãe, outro da minha irmã, os quais foram batidos e precisou fazer lanternagem e pintura, já o meu eu mandei fazer uma geral para eliminar pequenos amassados, arranhões e imperfeições”, conta Graziela. A advogada, que também é associada à plataforma, diz que a maior preocupação com a conservação dos veículos tem a ver com a dificuldade de se comprar um novo nos dias de hoje. “Hoje para comprar um carro zero não é nada fácil, o valor é muito alto, por isso nós da nossa família preferimos adquirir carros seminovos e sempre verificamos a procedência para ver se o dono também conserva seu veículo”, explica.

O publicitário Daniel Borges, 40 anos, também usou o sistema de permuta para cuidar dos veículos que tem. “Eu gosto sempre de ver meus carros com cara de novos, e isso valoriza o veículo na hora de vender, por isso renovei a pintura e lanternagem nos dois carros que possuo. Na plataforma eu sempre uso também o serviço lava-jato”, revela Daniel.

Mais sobre a XporY.com
A XporY.com é uma scale up criada em 2014 com o objetivo de promover a economia colaborativa, mostrando uma outra alternativa para profissionais e empresas gerarem valor com seus serviços e produtos. A empresa surgiu graças ao incentivo do programa Tecnova, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e graças a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em âmbito federal. 

Na XporY.com tudo é negociado em X$.  Os créditos na moeda digital podem ser consumidos com qualquer produto ou serviço oferecidos por seus mais de 2.600 associados, sem o uso de reais. “Os profissionais continuam produtivos, as empresas mantém o seu giro de estoque e, de quebra, aumentam seu poder de compra. Sem falar que a XporY.com também funciona como uma vitrine para a empresa ou o profissional autônomo”, explica Rafael Barbosa. Segundo ele, a ideia nasceu de modelos de plataformas de permutas criadas nos Estados Unidos.

Um diferencial da XporY.com, em relação a outras plataformas , é a ausência de custo na adesão, ou seja os participantes não têm que pagar para entrar na “rede” e nem um valor mensal como manutenção. “Com a XporY.com, somente na hora de consumir, é que paga-se apenas uma taxa de 10% em reais sobre o valor da compra”, explica o empresário. O cadastro é gratuito. Acesse o link https://www.XporY.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s