DIA DO ESTAGIÁRIO: Com desemprego entre jovens, estágio é porta e entrada no mercado de trabalho

Dados do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) apontam um crescimento 13,4% na oferta de estágios em todo país durante o primeiro semestre. A notícia é um alento para os mais jovens que são os mais afetados com a falta de trabalho

De acordo com dados do  Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) as vagas de estágio cresceram 13,4% em todo o Brasil, durante o primeiro semestre deste ano. Em Goiás, o crescimento chegou 13% também de acordo com o CIEE. No estado, só pelo CIEE são mais de 7,5mil estudantes estão desenvolvendo atividades de estágio em empresas privadas e órgãos públicos.

Tal notícia vem como um grande alento neste 18 de agosto, Dia de Estagiário, já que o desemprego no País tem afetado especialmente os mais jovens, e a experiência do estágio continua sendo uma importante porta de entrada para o mercado de trabalho. Segundo dados do Ministério do Trabalho, 27% dos brasileiros economicamente ativos, com idade entre 14 a 24 anos, estão sem trabalho. Mas, por outro lado, do total de estudantes que fazem estágio no País quase a metade (44%) é efetivada numa vaga de emprego, segundo dados do CIEE. Em Goiás, esse percentual é de 70%, ou seja, 7 a 10 estudantes são efetivados.

O estudante do 7º período de engenharia civil Ícaro Rondon Lopes Rodrigues, 22 anos, faz estágio na Brasal Incorporações, empresa do setor construção civil, com atuação em Brasília, Goiânia e Minas. Para ele, a experiência de dois anos vivida no atual estágio tem sido fundamental para sua formação pessoal e profissional. “Estou aprendendo para caramba. Aqui você vivencia a obra, a rotina. É muito envolvente”, destaca Ícaro.

O estudante, que chegou na incorporadora ainda no 3º período da faculdade, ressalta que o estágio refletiu diretamente no seu desempenho na universidade. “As minhas notas melhoraram e o meu interesse em pesquisar novos temas e tendências aumentou bastante”, diz. O futuro engenheiro ressalta que a experiência serviu para ele ter ainda mais certeza sobre a carreira que pretende seguir.

Escolha acertada
Também para a estudante do 9º período de Arquitetura e Urbanismo, Aline Ferreira Urzedo, 22 anos, além de um grande aprendizado, o estágio serviu para ela reafirmar sua convicção de escolheu o curso certo para seu futuro.

Há um ano Aline é estagiária no departamento de engenharia e projetos da Consciente Construtora e Incorporadora, uma das maiores construtoras e incorporadoras do Estado. “Essa experiência me fez ver o curso com outros olhos. Como estudante eu não tinha o contato com a prática. No estágio tenho aprendido muita coisa, colocado em prática as teorias e aprendido muito”, relata a estudante.

Efetivado
O publicitário Vitor Marques, 23, repete a história de sucesso que também começou com um estágio. Ele foi estagiário de marketing da Toctao Engenharia de 2014 a 2016. Em janeiro de 2017 ele foi efetivado na empresa como analista de marketing do Grupo Toctao.

A Toctao Engenharia foi o segundo lugar em que Vitor estagiou e o  primeiro estágio foi no departamento de arte de uma agência de propaganda. “Quando passei no vestibular sonhava em ser diretor de arte. Nesse primeiro estágio que fiz percebi que não era isso que queria. Quando vim trabalhar no marketing me realizei”, revela o publicitário ao destacar que vê essa experiência dos estudantes no mercado de trabalho como uma oportunidade valiosíssima para se conhecer as diversas nuances de uma profissão.

Ao ser questionado sobre dicas para quem está no estágio e quer ser efetivado, ele dá destaque que é um  momento de conhecimento. “ È a hora de abrir a cabeça para conhecer as possíveis áreas do curso, de ver todo o leque de possibilidades. Após isso, busque o máximo de conhecimento possível”, finaliza.

A publicitária Joice Chagas, 27, da Dinâmica Engenharia, tem uma história semelhante a outras citadas anteriormente. Há quatro anos e seis meses na empresa, ela começou como estagiária, função que exerceu por dois anos e meio, até formar-se. Segundo ela, inicialmente, seu contrato de estágio foi renovado e com a conclusão do curso  houve o convite para assumir a função de assistente de marketing.

Joice relata que o estágio foi importante para que ela aprendesse as noções globais da profissão para depois definir em qual área da publicidade iria seguir. “Penso  que é muito importante para qualquer estudante universitário ter a visão global da sua futura profissão, saber onde pode e como atuar. Se eu pudesse dar uma dica para que ainda está na faculdade, seria essa: buscar ter essa visão global e atual da profissão que pretende seguir”, finaliza.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s