A eterna fase romântica da música sertaneja em uma noite!

Desde o surgimento, o gênero musical passou por diversas fases na história da cultura artística brasileira e conquistou o mundo falando de amor. Para relembrar grandes sucessos, as maiores referências sertanejas se encontram para um show inédito em Goiânia

“No rancho fundo, bem pra lá do fim do mundo…”, onde nasceu essa e tantas outras belas canções da música sertaneja raiz fazem deste gênero musical uma das mais importantes para a cultura do país. O termo sertanejo, do qual a expressão “música sertaneja” deriva, significa o habitante do sertão nordestino ou, nos termos atuais, se refere àquela produzida e consumida na área cultural caipira.

Surgido em 1910, o pioneiro desse gênero foi o jornalista e escritor Cornélio Pires que costumava trazer aos grandes centros os costumes na roça através de histórias e narrativas. O primeiro momento público e musical do gênero sertanejo foi durante a Semana da Arte Moderna em 1922, quandoa arte brasileira ganhou evidência e instrumentos simples como a viola caipira, misturada com alguns ritmos como Catira, Moda de Viola, Lundu, Cururu, valorizaram a cultura sertaneja raiz em versos e prosas.

De lá pra cá, surgiram vários nomes importantes da música sertaneja, como Tonico e Tinoco, que falavam do universo sertanejo numa temática essencialmente épica, muitas vezes satírico-moralista. Até os anos 60, a música sertaneja típica descrevia a dureza da vida no sertão e o caráter reservado do sertanejo. A temática foi ficando gradualmente mais amorosa, conservando, no entanto, um caráter autobiográficonas vozes de grandes artistas como Tião Carreiro e Pardinho e, já na década de 70, Milionário e José Rico.

Mas a fase perdurável da música sertaneja foi quando os cantores deixaram o coração falar. O lado romântico veio junto com a “Jovem Guarda”, que trouxe nomes como Sérgio Reis para gravar repertório tradicional sertanejo, contribuindo para a penetração mais ampla do gênero. Nesta modalidade de música sertaneja, artistas criam canções em ritmo de balada e narrativas que tratavam principalmente de amor e relacionamentos, umaclara inspiração urbana que caiu eternamente no gosto popular. Entre os artistas representativos desta última tendência estão Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano, Christian e Half, Trio Parada Dura, Chico Rei e Paraná e Roberta Miranda.

E para relembrar esses momentos da história da música sertaneja no Brasil, grandes referências do sertanejo na atualidadese reúnem pela primeira vez no dia 22 de setembro para um evento histórico, no Estádio Serra Dourada. O espetáculo “Histórias – O Show do Século”, idealizado pela agência Box Dream, vai reviver a cultura sertaneja e os principais sucessos na voz dos cantores Zezé Di Camargo & Luciano, Eduardo Costa, Leonardo, Chitãozinho & Xororó, Edson & Hudson e Bruno & Marrone.

Para agitar ainda mais este encontro, quem chega imponente para apresentar o espetáculo é o famoso locutor de rodeio Cuiabano Lima, outra grande referência pra cultura sertaneja. Pela primeira vez reunidos em Goiânia, os artistas não apenas cantam grandes sucessos, como prometem marcar história juntos.

Para Xororó é muito gratificante fazer parte deste evento, com tantos nomes importantes da música sertaneja. “Ficamos muito honrados”, destaca. Chitãozinho complementa: “também é uma felicidade enorme para nós dividir o palco e reencontrar grandes amigos. Estamos muito animados!”.

Eduardo Costa destaca este encontro como acontecimento importante para sua carreira. “Tenho certeza que esse show marca um momento único, porque reúnem em um mesmo palco artistas que me inspiraram e que me inspiram”.

Outra dupla que vai fazer parte deste grande encontro é Bruno & Marrone. Para eles, este show é especial e cheio de significados. “São artistas que construíram a história da música sertaneja em Goiânia, que é o berço do sertanejo. Estamos muito felizes em fazer parte disso”, comenta a dupla.

Para os organizadores, a expectativa é receber mais cerca de 30 mil pessoas para assistir de perto estes ícones reunidos em um mesmo show. “Não será um evento comum, os artistas vão relembrar encontros e momentos nostálgicos da carreira. Com tantos novos cantores surgindo, este megashow será um resgate cultural da música sertaneja”, afirma Felipe Câmara, sócio da empresa Box Dream.

Serviço:
Histórias – O Show do Século
Data: 22 de Setembro (sábado)
Local: Estádio Serra Dourada
Horário: a partir das 18h
Mais informações: https://www.oshowdoseculo.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s