Rock à esquerda

Roger Waters, ex-líder da banda Pink Floyd, começou na terça-feira passada (9), em São Paulo, sua turnê Us + Them – a sequência de shows vai passar por sete cidades do Brasil. O concerto é realizado dentro do padrão com 80% de músicas clássicas da antiga banda de baixista e 20% de novidades e muitas citações a políticos.

Entretanto, uma parte do público foi “pega de surpresa” no show da última terça-feira, que ocorreu na Allianz Parque. No primeiro espetáculo em solo brasileiro da turnê de Roger Waters foi exibido no telão a hashtag #EleNão mais de uma vez. Além do símbolo (hashtag) do movimento contra o candidato a presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), o mesmo foi também colocado como a nova vertente do neofascismo que tem se espalhado pelo mundo.

A plateia se dividiu entre vaias e gritos de #EleNão e, logo após o show, algumas pessoas indignadas com o posicionamento de Waters começaram a “xingar muito no Twitter”. Inclusive, algumas reclamações de eu chamo de “Roger Waterplaining”, que é o fenômeno que ocorre quando o eleitor do Bolsonaro tenta explicar para o próprio músico o que ele quis dizer com suas músicas em The Wall.

O músico que está há mais de 30 anos cantando contra o fascismo e nazismo, que perdeu o pai durante a Segunda Guerra Mundial, e atravessou a era Thatcher não pode opinar em nada da política brasileira. Quem entende o que ele quis dizer é o pessoal formado em Ciências Políticas pelo Whatsapp (ironia mode on).

O rock é um gênero musical que surgiu no final dos anos 1940 e desde então teve vários desdobramentos e múltiplas subcategorias. Podemos facilmente encontrar bandas que cantam sobre as vastas vertentes politicas ao redor do mundo. Pensando nisso, antes que esse pessoal gaste R$ 800 em um ingresso sem saber o real significado das músicas, nós do Caneta e Café, elaboramos uma singela lista de bandas de esquerda.

Pink Floyd

U2

Rage Against the Machine

System of a Down

Pearl Jam

Dead Kennedys

Refused

The Clash

Garotos Podres

Plebe e Rude

Agora que você já sabe que o The Wall não é sobre construção civil, BYOB não é sobre estalinhos de São João, Sunday Bloody Sunday não é sobre sorvete e Bulls On Parade não é sobre tourada, fique mais atento as bandas que você ouve. Talvez, elas tenham uma mensagem que um dia você já chegou a acreditar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s