Pedro Scalon lança duas novas músicas

O cantor, compositor e escritor goiano apresenta ao público  as canções “Eu não existo sem você” e a “Hoje”, no próximo domingo (01/06), às 22h, em uma live de bate-papo

O cantor, compositor e escritor goiano Pedro Scalon lança duas canções no próximo domingo, dia 1º de junho, a partir de 22h, através de uma live que funciona em forma de bate-papo. Uma é a “Eu não existo sem você”, que foi composta por Pedro e a “Hoje”, composta por Pedro e Glauber Ribat. Uma arte disponível em todas as plataformas digitais para o público que “curte” o som do Rock’n Roll, Pop e Música Popular Brasileira (MPB).

A música “Eu não existo sem você” fala sobre a importância de potencializar a nossa inteligência intrapessoal. “É um convite a olharmos com mais lucidez o nosso tempo e as relações líquidas que ele sugere. O isolamento fez isso, nos forçou a olharmos mais para o espelho e acredito que muita gente pirou com isso por ser levado a uma rotina desgastante, veloz e muitas vezes sem nexo”, reflete Pedro.

Já a canção “Hoje” foi produzida pelo Wellerson Cássio, que é  produtor da cantora Paula Fernandes e de tantos outros artistas de sucesso. “Essa música é um Rock’n Roll e minha intenção é mostrar beleza do mundo de estar vivo e a importância de vivermos com intensidade nossos sonhos. E muito em breve vou lançar o videoclipe dessa canção”, explicou Pedro.

Diante do isolamento social para conter a pandemia do novo coronavírus, Pedro Scalon passou a refletir sobre o comportamento das pessoas e analisar a atitude de nós humanos na quarentena. Mediante a uma anamnese o artista chegou a conclusão de que precisava fazer algo para expressar seus sentimentos, idéias e desabafos. “São projetos intimistas, nos quais quero apresentar as músicas de uma forma nua e crua”, acrescenta.

Letra da música – Eu não existo sem você
Eu não existo sem você
Eu não quero ver você partindo
Eu não existo sem você
Eu não quero ver você mentindo

.Eu vejo a vida, meus amigos e o silêncio que cai
Minhas culpas, os meus vícios, meu cansaço
É fim de tarde e os desejos suspensos
Minhas cores, meus sentidos o meu corpo nu
se desarma e ninguém percebeu

O vento que cai
O deserto que sai
Em chama em nos
Hoje somos tão sos
A noite que cai
O seu corpo  em mim
Eu já nem sei se devo chorar.

Eu não existo sem você
Eu não quero ver você partindo
Eu não existo sem você
Eu não quero ver você mentindo

Minhas horas, meus amores e o tempo se esvai
Minhas culpas, os meus vícios, meu cansaço
Minhas cores, meus sentidos, o meu corpo nu
se desarma, e ninguém percebeu

O vento que cai
O deserto que sai
Em chama em nós
Hoje somos tão sós

A noite que cai
O seu corpo  em mim
Eu já nem sei se devo sonhar

Eu não existo sem você
Eu não quero ver você partindo
Eu não existo sem você
Eu não quero ver você mentindo

Letra da música – Hoje
Sempre as mesmas coisas
Nada muda e o mar
Me trouxe outras palavras
Mesmo sem uma garrafa

Todas as pessoas
Estão no mesmo lugar
Certamente erradas do que podem achar

Eu cai bem fundo
Eu pisei em falso
Destruí meu mundo e recomecei

Hoje, lembrando o ontem
Eu vivo em paz
Me sinto em paz

Nada muda e o mar
Cada vez mais perto
Sempre tão discreto

Com as mesmas ondas
Batendo e voltando
Me mostra que é possível começar a todo tempo

Eu pisei em falso
Eu saí do asfalto
Encontrei a trilha
Acertei o alvo
Remontei meu mundo
Quis fazer direito

Hoje
Lembrando o ontem
Eu vivo em paz
Me sinto em paz

Cada vez mais perto
Batendo e voltando
Todo dia é tempo pra começar direito

Hoje
Lembrando o ontem
Eu vivo em paz
Me sinto em paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s