Pedro Scalon prepara trabalho inédito

EP ‘Eu, Você e o Mundo Inteiro’ tem previsão de chegar às plataformas digitais no mês de setembro. Mas o cantor fará um spoiler da primeira canção que será apresentada ao público no próximo domingo, às 21h através de uma live

Artigo escrito pelo cantor Pedro Scalon

A música tem o poder de tocar as pessoas em lugares inimagináveis, provocar reflexões com assuntos pertinentes ou apenas transcender para um lugar de paz e prazer. O cantor Pedro Scalon entende o significado de atingir as pessoas por meio de suas músicas, dividindo pensamentos e angústias, e como de costume traz um novo trabalho recheado de diversidade cultural. O EP intitulado ‘Eu, Você e o Mundo Inteiro’ que será lançado em setembro.

O nome do projeto, ‘Eu, Você e o Mundo Inteiro’ por si só traduz o sentimento que o cantor quis externar quando escreveu as canções, pois existe o mundo inteiro a ser visto. Nas entrelinhas e na delicadeza perceptível, Pedro Scalon destaca culturas que passeiam pelo mundo e faz com que elas sejam ouvidas. Nas cinco músicas que integram o trabalho ele mistura gêneros como flamenca, blues, cubana, indiana e bossa nova.

Em meio a preparação, o cantor percebeu que cada música do EP tivesse uma gravação ao vivo, além da produção de um videoclipe. “Todas as canções serão gravadas ao vivo, em um take só. E assim vamos conseguir imprimir o sentimento e expressão da música” contou Pedro.

Em outros trabalhos o artista já declarou seu amor pelo audiovisual com clipes primorosos, formatados para que complementasse a história cantada. Um exemplo disso foi o clipe da música ‘Hoje’, gravado em Brasília, transformou o que poderia ser apenas um clipe em uma homenagem cheia de significados.

Pedro soltará um spoiler da primeira canção, que  será apresentada no próximo domingo, às 21h através de uma live no perfil (@pedroscalonnetto) ‘Depois de Amanhã’, uma melodia que mescla fortes traços brasileiros com características flamencas, apresentando assim um estilo latino. “Tenho uma relação muito forte com a música hispânica e flamenca, meu sobrenome Scalon vem de origem cigano/hispânico”, relembra entusiasmado Pedro. A música latina vem ganhando destaque mundialmente e Pedro se dispôs a inserir seu jeito particular de fazer música nesse gênero tão cativante.

O cantor Pedro Scalon

 

Sobre Pedro Scalon

Filho da pianista Viviane Vilela e neto do compositor e músico Henrique Duarte Netto, o goiano Pedro Scalon sempre teve a música como um dos principais pilares de sua vida, iniciando seus estudos musicais aos sete anos de idade. Começou estudando piano em casa, mais tarde passou para o violão e guitarra.

Aos 15, já como músico profissional, formou várias bandas, se apresentando em shopping centers, festas, bares e eventos, sempre influenciado por artistas consagrados do rock e pop internacional, com repertório envolvendo ainda MPB, blues e jazz. Começou a estudar canto aos 16 anos e, com o passar do tempo, foi desenvolvendo vários projetos musicais, além de tributos a bandas como Beatles, Queen, John Mayer, Gary Moore e Bon Jovi.

Professor de guitarra, violão, piano e canto, tendo trabalhado em escolas renomadas em toda a cidade possui, em seu currículo, cursos de formação com professores como Mozart Mello, Edu Ardanuy, André Matos, Lanny Gordin, Michel Lemme, Rafael Bittencurt entre outros.

Em 2013, Pedro lançou o disco “Nas Margens do Tempo”, que teve produção de Wellerson Cássio. O material trouxe nove faixas de sua autoria, incluindo “Sete Noites no Deserto”, que lhe rendeu o prêmio de melhor compositor no Festival dos Violeiros, em Goiânia, além de duas regravações. Já com o videoclipe da música “Totens”, também de sua autoria, foi finalista do concurso “Garagem do Faustão”, promovido em outubro de 2012 pelo programa Domingão do Faustão, da Rede Globo. O álbum “Nas margens do tempo” também o levou por quatro vezes à final do festival FENAC, Festival Nacional da Canção, o maior festival de música do Brasil, por onde passaram músicos como Oswaldo Montenegro, Lô Borges e Dani Black. Todas as músicas do cantor podem ser encontradas nas plataformas digitais.

O músico também é conhecido por se dedicar a tributos a dois artistas épicos, Cássia Eller e Cazuza. Este último lhe rendeu muitos elogios, não só de crítica e público como também os cumprimentos de Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, que chegou a publicar uma matéria no site oficial do filho falando sobre o trabalho de Pedro e tecendo elogios ao show, além de presenteá-lo com a réplica da bandana que Cazuza usava, tradicionalmente, em seus shows.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s