Seu Waldemar conta como começou e quais os próximos passos

Multifacetado, Seu Waldemar é humorista, apresentador e influenciador, mas revela que pretende focar sua carreira no stand up

Seu Waldemar

Waldemar Neto, de 34 anos, nascido em Inhumas pode soar estranho, mas com certeza se eu te apresentá-lo como Seu Waldemar você reconhece e ainda solta uma risada. Sim, uma risada, normalmente é essa a reação que o comediante, apresentador, influenciador e cantor provoca em quem acompanha seu trabalho. Ele ganhou notoriedade nas redes sociais por transformar os costumes goianos em vídeos engraçados, o que causou grande repercussão. Ele apresenta seu humor por meio de suas histórias e das observações que faz do cotidiano. Seu jeito bem humorado é o que chama atenção, sua forma simples e engraçada conquistou seguidores e não parou mais.

No instagram percebe-se a proximidade do Seu Waldemar com sua mãe, e ele conta que essa ligação com a família veio desde sua infância ainda no interior. “Minha infância foi boa demais, a vida inteira na roça brincando com meus amigos e primos, meu pai chegou a fazer um campo de futebol pra gente brincar. As famílias da parte das duas avós estavam sempre reunidas e viajávamos muito pro Araguaia. Brincava na cidade inteira, a casa da minha avó nem porta tinha, era ‘bão’ demais rapaz”, relembra. Sua irreverência e seu bom humor já se destacava nessa época, sempre desempenhando os “papéis” engraçados na família e na turma da escola, além de ter tido seu primeiro contato com o teatro.

No decorrer de sua vida, mesmo tendo o desejo de se formar em teatro ele seguiu outros rumos e concluiu seu curso de Engenharia Civil. Seu Waldemar logo percebeu que a engenharia não era para ele e decidiu seguir seus sonhos, formou uma dupla sertaneja, João Pedro e Waldemar, com seu irmão. “Na carreira musical a gente ganhou até o primeiro concurso ‘Novos Talentos da Música Sertaneja’ da TV Anhanguera. E por meio desse projeto tivemos a oportunidade de tocar no maior palco do mundo no Festival Villa Mix em 2015”, conta. Após essa fase como cantor e o com o surgimento do story, ele entendeu que quando dividia seu dia a dia com as pessoas elas se identificavam. E para aqueles que acham que a intimidade com as câmeras vem de uma carreira longa, se engana, foi apenas em 2019 que ele se lançou como humorista.

O começo na TV
A partir do sucesso em seu perfil do instagram e com as pessoas repercutindo seus vídeos de humor regional, onde Seu Waldemar se mostra um verdadeiro goiano do ‘pé rachado’, ele parte para seu programa na TV Anhanguera, ‘No Balaio’. Na TV ele apresenta ao lado da Ana Clara Paim e abre para o público seu lado comedor de pamonha e de pequi profissional, que entende tudo das tradições goianas. Ele confessa que não é fácil se dividir entre tudo que faz com as gravações. “Isso é uma grande dificuldade que eu tenho, tempo. Mas nossa equipe alinha tudo certinho pra que possa entregar 100% em tudo que eu faço. Não seria legal entregar metade pra um ou pro outro, mas hoje consigo entregar meu máximo para tudo que eu faço”.

A carreira do multifacetado Seu Waldemar aconteceu de forma gradual, ele conquistou seu espaço um degrau por vez, talvez por isso ele esteja construindo uma base sólida em tudo que faz. Mesmo tendo muito pela frente, o ano de 2020 o surpreendeu com mais um avanço, ele foi entrevistado pelo Pedro Bial, jornalista renomado. “Ser entrevistado pelo Bial é um indicio de que estou na direção certa. Foi muito bom, ele faz a gente se sentir amigo mesmo sem se conhecer”.

Foco no stand up
Nessa caminhada da vida artística Seu Waldemar tem planos de investir na carreira de comediante e nas redes sociais ele pretende manter a constância de vídeos. “Quero focar na comedia pra quando os shows voltarem eu estar mais preparado. Porque o stand up é uma arte, você precisa estudar, escrever, testar”. Ele complementa dizendo que ainda este ano quer bater a marca de 1 milhão de seguidores no instagram. O ano de 2020 trouxe progressos em sua carreira, apesar da situação delicada que o mundo vive. Mas nem só de coisas boas ele viveu neste ano. Seu Waldemar contraiu o Covid-19 e esteve internado pouco mais de um mês na UTI. “Eu me emociono de lembrar, mas o importante é saber que estou aqui recuperado, com algumas sequelas, mas bem. Eu enxergo esses momentos como uma oportunidade da gente aprender e ser grato. Estou mais próximo das pessoas que amo”.

Só os Três Comedy
A amizade entre Seu Waldemar e seus companheiros de stand up, Fidelis Falante e Jacques Vanier começou por meio das redes sociais e logo se viram amigos, já que tinham muito em comum. “O Jacques viu meus vídeos e entrou em contato comigo porque queria fazer também. Já o Fidelis eu mandei mensagem pra ele porque nós somos comediantes do mesmo lugar, precisávamos nos fortalecer”. A partir da amizade surgiu o grupo Só os Três Comedy e tem dado muito certo. “A amizade veio primeiro, porque não tem como você formar um grupo sem ser amigos. Antes da pandemia vivíamos juntos todos os fins de semana, ensaios, seria difícil. Grandes grupos começam com grandes amizades”, explica.

No fim de 2019 o grupo preparou um show de stand up e começou a turnê pelo Estado de Goiás, com todas as sessões lotadas. Quando a pandemia se instalou e as apresentações tiveram que ser canceladas eles tinham mais de 15 datas marcadas, foi um baque. Mas enquanto aguardam uma posição do governo, eles planejam fazer algo relacionado aos drive-in’s e casas de comédia que já estão abertas. “A gente está fazendo testes em drive-in e pretendemos fazer alguns testes de piadas nos comedy clubs. Gravações é uma coisa que eu quero muito fazer também, mas devagar vai dando certo”.

O que eles fazem pela cena humorística do Estado é de extrema importância, Goiás entra no circuito nacional de comédia com excelentes representantes. E para finalizar Seu Waldemar deixa um recado para quem o acompanha. “Eu faço tudo com muito amor e quero levar alegria sempre para as pessoas. Que Deus nos abençoe sempre e permita que a risada esteja estampada sempre nos nossos rostos e de quem entra na nossa plateia. Quero levar um pouco mais de esperança pro povo brasileiro, eles que merecem tanto”. Ele continua: “Só quero agradecer todas as oportunidades que Deus tem me dado e por poder ter um papel importante no humor goiano. Porque é muita responsabilidade levantar a bandeira de um Estado tão rico de talentos”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s