Advogada esclarece sobre migração para o Canadá, após um ano de pandemia no mundo

Pesquisas indicam que o país é um dos lugares onde os brasileiros mais vivem bem, porém com a pandemia, algumas coisas mudaram. A advogada internacional Patrícia Pereira explica

Considerado um dos melhores países para se viver fora do Brasil, com base na pesquisa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Canadá apresenta diversas oportunidades de trabalho. O país, que apresenta boa qualidade de vida e boas oportunidades de salários altos, abriga cerca de 129 mil brasileiros. E, apesar de rigorosas as seleções dos profissionais para morar e trabalhar neste lugar, quase 90% dos brasileiros que se candidataram de formas legalizadas para morar por lá, conseguiram ser chamados.

Porém, desde março de 2020 a situação tem mudado por consequências causadas pela pandemia do novo coronavírus. Muitos brasileiros que tinham planos de mudança para outros países, inclusive o Canadá, tiveram seus sonhos adiados. Agora em 2021, quase um ano depois, é que as medidas estão sendo afrouxadas pouco a pouco. Quem traz detalhes é a advogada internacional Patrícia Pereira.

A princípio, Patrícia explica que o governo do Canadá decidiu que as medidas de quarentena de hotéis entrarão em vigor em 22 de fevereiro. Com isso, os viajantes que pousarem no país terão que ficar em quarentena em um hotel, às suas próprias custas. Agora, sobre as formas de entrada no país, a advogada cita o Post Graduation Work Permit (Permissão de Trabalho de Pós-Graduação ou PGWP), uma permissão de trabalho concedida a estudantes internacionais após concluírem seu programa de estudos no Canadá.

“O PGWP, que é uma grande oportunidade para os alunos permanecerem no país e trabalharem em tempo integral após os estudos e proporciona vários outros caminhos para imigrar para o Canadá permanentemente, também passou por atualizações após a Covid-19. O Canadá está reiterando, reafirmando seu compromisso com os estudantes internacionais graduados, afrouxando ainda mais os requisitos de elegibilidade para a Permissão de Trabalho de Pós-Graduação”, explicou Patrícia.

A especialista explica que os alunos internacionais que concluírem todo o seu programa pós-secundário online serão agora elegíveis para a autorização de trabalho aberta de três anos após a formatura. “Após fazer um trabalho de excelência no combate a pandemia, o Canadá está tornando mais fácil para os estudantes internacionais graduados se qualificarem para o PGWP. Antes, o aprendizado online não podia contar para uma aplicação PGWP, mas tudo a medida restritiva foi mudada”, pontuou.

Patrícia completa que, com a esta nova política, os alunos internacionais não perderam a oportunidade de trabalhar no mercado canadense após a sua formatura. “A contribuição dos estudantes internacionais ao mercado canadense repercute positivamente também a economia do país e a sociedade”, justificou, lembrando que esta nova medida de apoio a estudantes internacionais graduados ocorre apenas algumas semanas após o Canadá anunciar que os PGWPs podem ser renovados por até 18 meses. “Normalmente, essas permissões têm uma duração fixa e não podem ser renovadas ou estendidas.”

Por fim, as novas medidas se aplicam a estudantes internacionais que estão matriculados em um programa elegível ao PGWP, e cujo programa de estudo começa em qualquer semestre entre a primavera de 2020 e o outono de 2021. Também se aplica àqueles cujo programa de estudo já estava em andamento em março de 2020, quando o Canadá primeiro entrou em bloqueio.

Aplicação para um PGWP

Para que tem interesse em se mudar para o Canadá, é possível se eleger para solicitar uma permissão de trabalho após a graduação, o estudante deve atender a alguns requisitos:

– A instituição de estudos deve estar na lista do governo como uma DLI (Designated Learning Institution);
– A instituição de estudos deve ser uma instituição pública de ensino superior ou privada; se privada, o programa de estudos cursado deve ser um bacharelado, mestrado ou doutorado;
– O programa escolhido deve ser de no mínimo 8 meses de duração;
– O programa de estudos escolhido deve ser oferecido em tempo integral.
Além disso, um estudante internacional NÃO é elegível para o PGWP se:
– O programa escolhido é um curso de línguas.
– O aluno já obteve um PGWP antes.
– O aluno concluiu mais da metade do programa de estudos na modalidade a distância.

Para aplicar para um PGWP e trabalhar legalmente no Canadá após seus estudos, é importante que a permissão atual de estudos do aluno ainda esteja válida. Um estudante internacional tem até 180 dias a partir da data de recebimento do certificado de conclusão ou histórico escolar oficial para aplicar para o Post-Graduation Work permit.

O Post-Graduation Work permit é válido de acordo com a duração dos seus estudos. Se o seu programa tiver duração entre 8 meses a 2 anos, o PGWP terá validade equivalente à duração do seu programa de estudos. Se o programa de estudos for de pelo menos 2 anos ou mais, a permissão terá validade de até 3 anos (prazo máximo).

É importante notar que a decisão final sobre a emissão e duração do PGWP é inteiramente de responsabilidade do oficial de imigração que avaliará o caso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s